A Verdade Nua e Crua Sobre: o Salto Alto

Há muito tempo o salto alto é sinônimo de sofisticação, elegância e também poder. No entanto, apesar de ser um forte aliado no encontro da beleza, ele pode causar muitos malefícios quando utilizado de maneira exagerada.

Contamos com uma grande variedade de modelos, estilos e cores, bem como altura e tipos de saltos. Logo, é importante entender um poquinho da influência de cada um na postura e deambulação de quem não consegue viver sem estes “queridinhos”.

Antes de explicar um pouquinho sobre o impacto de cada tipo de salto no corpo, é importante entender como os malefícios podem ser originados.

Primeiramente, é interessante ter em mente que o nosso pé foi feito de uma maneira exata para sustentar o nosso peso e nos dar funcionalidade e é para isso que existem os arcos plantares dos pés, ou seja, para sustentação e distribuição do peso corpóreo. São eles: longitudinal medial, longitudinal lateral e transversal.

lina-levien-a-verdade-nua-e-crua-sobre-o-salto-alto

O arco longitudinal medial é formado pelos ossos calcâneo, tálus, navicular, Iº e IIº metatarsos. Já o arco longitudinal lateral é formado pelos ossos calcâneo, cubóide, IIIº, IVº e Vº metatarsos. Consequentemente, o arco transversal é constituído pelos ossos cuneiformes (medial, intermédio e lateral), cubóide e base dos cinco ossos metatarsais. A conservação da correta angulação destes arcos evita a extensão do desequilíbrio das estruturas superiores do esqueleto.

Outro ponto importante é a circulação. Para que haja um funcionamento correto do nosso sistema circulatório existe uma posição ideal dos pés: plano em relação ao solo para que haja um bombeamento eficiente de sangue.

lina-levien-high-heels-wiki

É por isso que saltos que possuem a altura >6cm são prejudiciais à saúde. Isso porque eles aumentam a pressão que o corpo exerce sobre os pés. Além disso, o fato de o calcanhar estar elevado faz com que o centro da gravidade do corpo seja jogado para a frente, tendo como consequência uma inadequada distribuição de peso, aumentando o estresse sobre a articulação do joelho. Ademais, geralmente ocorre o aumento da lordose para compensar a inclinação e encurtamento dos músculos da panturrilha, gerando dor e limitação quando estiver sem salto alto.

Ficou com medo de usar salto alto depois de descobrir essas coisinhas? Não precisa ficar não! É claro que o tipo de salto influencia muito, por exemplo: saltos mais grossos geram uma base maior, logo, produzem mais equilíbrio do que o tipo agulha, que favorece a perda de equilíbrio. Já o tipo plataforma eleva a parte anterior do pé, por isso não há sobrecarga de peso, diminuindo assim as contrações na panturrilha. No entanto, predispõe às torções no tornozelo, devido ao prejuízo no equilíbrio. Por distribuir de maneira mais correta o peso, os saltos Anabela são os mais indicados.

lina-levien-tipos-de-salto

É importante que o o salto não possua >3cm e que ele não seja utilizado por mais de seis horas por semana. No entanto, se você não pode (porque o seu trabalho exige) ou não consegue viver sem esses queridinhos, aqui vão algumas dicas:

  • Opte pelos sapatos mais largos e quadrados ou plataforma.
  • Tente revezar com saltos mais baixinhos.
  • Se o seu trabalho exige o uso de salto alto, tente dar alguns minutinhos de descanso para os seus pés.
  • Alongue a musculatura dos pés, bem como a da panturrilha.
  • Faça 8 xícaras de chá de camomila, despeje em uma bacia e mantenha os seus pés ali durante 30 minutos. A camomila possui propriedade que irão auxiliar no relaxamento dos seus pézinhos.
  • Massageie a musculatura intrínseca do pé com um creme hidratante.

 

Gabriela Marques

– Graduanda de Fisioterapia na Universidade Católica de Pelotas, com experiência em Kinesiology na York University – Canadá e atualmente vice-presidente da Liga Acadêmica de Fisioterapia em Terapia Intensiva – UCPel.

lina-levien-ll-collective-pt

linas-beauty-secrets-the-ugly-truth-high-heels

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

w

Connecting to %s